RSS

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Prendo-te

Uma tarde a beira da praia,
Sob aquele sol ameno e a brisa suave,
Eu caminhava...
Naquele momento os meus pensamentos,
Era pura maresia,
Estava embriagada pelo cheiro do mar,
Esqueci por um instante da minha tristeza,
Aquela flor vivia...
De repente vi algo brilhando,
Curvei-me e em minhas mãos,
Na minha pele o roçar de uma correntinha,
Meu Deus! É belo o que vejo!
Enche-me os olhos de desejo!
E é cheio de puro charme,
Entre as minhas mãos estava a correntinha,
Entre os meus lábios eu já o prendia...
Amar...
Quantos mistérios existem no mar?
E no coração de uma mulher ao amar?


Edileuza Vieira 14/08/2009

Um comentário:

  1. MARIA DE FÁTIMA DA SILVA FRANCO15 de janeiro de 2011 23:23

    SEMPRE A BEIRA DO MAR ME PONHO A PENSAR EM COMO É BOM AMAR,MAS... AO VOLTAR PRA LIDA DIÁRIA VIVO A RECLAMAR PRA SER VISTA,DESEJADA E SER AMADA.
    FÁTIMA FRANCO

    ResponderExcluir

Escreva aqui seu comentário... Não esqueça de deixar o seu nome!